Principal / Fabio Maradei / Atletas do IGM campeões no recolhimento de garrafas PET vão assistir o jogo do Brasil, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça-feira.
Atletas do IGM campeões no recolhimento de garrafas PET vão assistir o  jogo do Brasil, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça-feira.

Atletas do IGM campeões no recolhimento de garrafas PET vão assistir o jogo do Brasil, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça-feira.

Foto: Aleko Stergiou

FORAM ESCOLHIDOS OS 8 SURFISTAS QUE MAIS RECOLHERAM GARRAFAS PET E TIVERAM BOAS NOTAS NAS ATIVIDADES EDUCACIONAIS E FÍSICAS

 

Acostumados e sendo preparados diariamente para competir nas ondas, os atletas do Instituto Gabriel Medina (IGM) tiveram uma disputa mais do que especial fora do mar e com um prêmio muito atrativo. Durante o mês de setembro e início de outubro, todos participaram da importante campanha ambiental “Seja um Craque da Boa Atitude”, com o recolhimento de garrafas PET e aprendendo a importância da reciclagem.

Os oito selecionados assistirão o jogo do Brasil contra o Chile, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça-feira (10), no Allianz Parque, em São Paulo. Para ganharem o prêmio, além do maior número de garrafas possível, os surfistas precisaram ter avaliação positiva nas atividades educacionais e físicas do IGM.

A ideia foi aproveitar a campanha para premiar, realmente, aqueles que se empenham em todas as áreas. O resultado foi mais do que positivo, com quase 300 quilos de garrafas PET recolhidas e encaminhadas para reciclagem. E mais do que realizar uma ação social, houve uma atividade divertida, com os atletas fazendo verdadeiras “caçadas” às embalagens em toda a comunidade.

Lucca Cassemiro foi o primeiro colocado, com nada menos que 50,450 kg de garrafas, além de notas oito em inglês, nove em tecnologia e dez, tanto em natação quanto no funcional. Em seguida, Cauã Gonçalves, com 40,200 kg recolhidos, nove em inglês e no funcional, oito em tecnologia e na natação. O “bronze” foi para Laura Agnes, com 30,5 kg arrecadados e 10 nas quatro avaliações, mostrando ser aluna exemplar.

Também foram selecionados Fabrício Rocha, Guilherme Fernandes, Davi Reina, Ryan Coelho e Guilherme Rocha. A presidente do IGM, Simone Medina, comemorou o empenho dos atletas na campanha e o incentivo à formação de bons cidadãos, preocupados com o futuro. “Essa nova geração, acredito que são multiplicadores. Daqui de dentro, eles vão esparramar para fora. O fato de terem saído com saquinhos de lixo para recolher garrafas já foi um exemplo para os turistas, por exemplo”, destacou.

Segundo ela, os atletas passaram uma mensagem positiva para a comunidade e esse é um legado importante. “Eles estão na escola contando aos amigos o que acontece, aos familiares. Poder participar da formação desses jovens, de uma iniciativa voltada ao bem-estar humano é muito legal. Isso é a verdadeira formação de um Mundo melhor. Eles estão aqui para transformar o Mundo. Cada garrafinha é um ponto positivo para a formação deles. Uma mente nova. Eles vao alegrar nossas vidas e fazer a diferença”, complementa Simone.

NEYMAR – O campeão da campanha comemorou muito a oportunidade de ver um jogo da seleção brasileira, em especial, um de seus ídolos, o craque Neymar Júnior. Ele contou que envolveu toda a família para ajudar na tarefa. “Catei muita garrafa, sujei muito a minha mão, mas valeu. Todo mundo me ajudou, meu pai, minha mãe, as tias, a avó foram guardando para mim. Vai ser irado ver o jogo. Quero ver o Neymar né?”, revelou.

Envolvido pela campanha, ele contou que já aumentou a sua consciência sobre a sujeira nas praias. “Vi muitas garrafas no mar, no Jundu. A população local acho que ainda ajuda a catar, não deixa lixo, mas a galera que vem de fora, faz muita sujeira. Sacolas, garrafas, papéis. Realmente é triste. Tem de começar a conscientizar todos sobre isso”, ressaltou Lucca Cassemiro.

A iniciativa foi uma parceria com a Guaraná Antarctica, patrocinadora do Instituto Gabriel Media e que, assim como o projeto criado pelo primeiro brasileiro campeão mundial de surf, tem a sustentabilidade como um de seus pilares e, recentemente, lançou uma nova campanha com uma prancha de surf e uma coleção de surfwear, junto com a Rip Curl, produzidas a partir de garrafas PET recicladas. Os atletas ganharam os ingressos e terão transporte até São Paulo, acompanhados de dois profissionais do IGM.

Com as atividades iniciadas no dia 1º de fevereiro deste ano, o Instituto Gabriel Medina é o sonho realizado do primeiro brasileiro campeão mundial de surf, que quis retribuir à comunidade um pouco do que o surf lhe proporcionou. A sede, construída com recursos próprios de Gabriel Medina, está instalada na Praia de Maresias, exatamente em frente onde ele aprendeu a surfar.

No local, os atletas selecionados recebem, gratuitamente, orientações técnicas e táticas no mar, incluindo até noções de julgamento, natação, treinamento funcional e até mesmo apneia. Também contam com aulas de inglês, de tecnologia, alimentação, bem como atendimento médico e odontológico. Os atletas treinam no contraturno da escola e já se destacam em competições.

 

 

CONECTE-SE COM O INSTITUTO GABRIEL MEDINA:

 www.institutogm10.com.br

www.facebook.com/institutoGM10

www.instagram.com/institutogm10

www.twitter.com/institutogm10

www.flickr.com/photos/gabrielmedina10

www. youtube.com/institutogabrielmedina

Por: Surf Today / fonte: 

image027

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo