Principal / Fabio Maradei / Catarinense e cearense campeões do Hang Loose Surf Attack estão entre os favoritos na abertura do Circuito em Ubatuba.
Catarinense e cearense campeões do Hang Loose Surf Attack  estão entre os favoritos na abertura do Circuito em Ubatuba.

Catarinense e cearense campeões do Hang Loose Surf Attack estão entre os favoritos na abertura do Circuito em Ubatuba.

Cauã Costa Hang Loose Surf Attack Ubatuba. Foto: Munir El Hage

image001 (2)

WALLACE VASCO E CAUÃ COSTA VOLTAM AO LITORAL PAULISTA EM BUSCA DE NOVAS CONQUISTAS

 

Campeões no ano passado, dois atletas de outros estados querem brilhar novamente no Hang Loose Surf Attack 2018, o circuito paulista das categorias de base e, certamente, o mais tradicional campeonato de surf amador do País, responsável por revelar grandes nomes da modalidade. O catarinense Wallace Vasco e o cearense Cauã Costa voltam ao litoral de São Paulo e estão entre os nomes de destaque na abertura do ranking, de sexta-feira a domingo (18 a 20), na Praia de Itamambuca, em Ubatuba.

Um dos grandes nomes da nova geração, Wallace nasceu longe do mar. Na verdade, em Brasília e só conheceu o surf aos sete anos, ao mudar para Florianópolis/SC. No ano passado, chegou forte nas disputas, faturou a sub18 e foi o vice na sub16, sua categoria.

O atleta de 15 anos volta a disputar as duas categorias e se prepara para uma viagem especial, para a Indonésia, junto com Adriano de Souza e Iago Dora. “Para mim, o Hang Loose Surf Attack é um dos melhores campeonatos de base do Brasil, é um incentivo enorme para a galera da nova geração”, fala.

“Treinei bastante nas minhas férias. Dia 21, um dia depois da etapa, vou para uma viagem incrível em Mentawai, certeza de que será uma das melhores da minha vida. Vou aproveitar o máximo. Se Deus quiser será um ótimo mês, porque quero fazer um ótimo resultado no Hang Loose e só pensar em evoluir”, comenta Wallace.

Para ele, faturar o título sub18 foi uma surpresa. “Surfei sem pressão e consegui soltar o meu surf. Fiquei bem feliz. Era um objetivo pessoal ser campeão e, graças a Deus, realizei esse sonho. Esse ano vou com tudo para o bicampeonato e estou bem confiante”, complementa.

Cauã, que atualmente mora no Rio de Janeiro, é outro surfista que também fala em realização de sonho com o título no Hang Loose Surf Attack, ano passado na sub14. “Eu sempre via o Hang Loose Surf Attack e queria competir. Acho o campeonato muito importante, não só pela mídia, mas pelos grandes concorrentes e isso que faz subir o nível técnico”, afirma. “Vou voltar para a praia onde venci a etapa inicial do ano passado e isso gera confiança. Quero competir bem”, completa o competidor de 14 anos.

O Hang Loose Surf Attack 2018 tem os patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surf Trip, Super Tubes, Hot Water, Kyw e Sthill, com copatrocínios de Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura de Ubatuba, Associação Ubatuba de Surf, Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

Por: Surf Today / fonte: 

image003 (4)

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo