Principal / Dra. Adriana Rossi / Coluna Lombar x Flexibilidade no Surf por Dra. Adriana Rossi a nova colunista do Portal Surf Today!
Coluna Lombar x Flexibilidade no Surf por Dra. Adriana Rossi a nova colunista do Portal Surf Today!

Coluna Lombar x Flexibilidade no Surf por Dra. Adriana Rossi a nova colunista do Portal Surf Today!

A dor lombar é comum em surfistas, sendo alterações posturais uma das causas deste sintoma. O surfe é considerado como “arte e destreza de deslizar sobre a arrebentação das ondas no mar”. O esporte, considerado como moderado a alta intensidade, possui características de demanda aeróbia para membros superiores e anaeróbia para membros inferiores. Ainda, enquadra-se na categoria de esporte com limitado contato físico, porém apresenta moderado risco de colisão devido à imprevisibilidade de manobras, contato com a prancha, fundo do mar e envolvimento com a onda. Assim, como em qualquer esporte de nível competitivo, devido ao treinamento excessivo e repetitivo, alguns aspectos da saúde podem ser comprometidos. Conforme publicações de lesões sobre o surf, dentre as lesões crônicas provocadas pelo esporte destacam-se: tensões nas costas (NATHANSON, HAYNES; GALANINS, 2002), dores nas costas (STEINMAN et al., 2000; HAMMER; LOUBERT, 2010) e aumento da curvatura lombar em 70% dos praticantes (PEIRÃO; TIRIONI; REIS, 2008) devido a biomecânica do gesto desportivo. As alterações posturais no surf são resultantes de ações de cadeias musculares e quando ocorrem, o organismo tende a se reorganizar em cadeias de compensação procurando uma resposta adaptativa a esta desarmonia. No surfe, durante a remada, o atleta fica flutuando sobre a prancha ocasionando uma hiperextensão da coluna. Assim, sugere-se que os malefícios envolvidos são a limitação da mobilidade articular, predisposição a lesões musculares, algias da coluna vertebral e desenvolvimento de processos degenerativos que levam a incapacidade funcional temporária ou permanente. (STEINMAN et al., 2000). Portanto, o surf, mesmo sendo praticado como lazer, tem a tendência de provocar dores e/ou desconfortos lombares em seus praticantes com o decorrer do tempo. Desta forma, destaca-se a importância de estudos que busquem evidenciar as causas da ocorrência da dor lombar em praticantes desta modalidade esportiva.Após anos de prática de surf,devido aos movimentos repetitivos de compressão e rotação pode ocorrer a desidratação dos discosintervertebrais, que agrava mais ainda o seu envelhecimento, favorece o processo de algia, o desgaste da coluna vertebral e o aparecimento das hérnias de discos lombares e dorsais. E ainda a coluna cervical e dorsal podem ser lesionadas, causando desequilíbrio muscular, devido a posição de hiperextensão isométrica durante a remada. Devido as alterações mecânico posturais proporcionadas pelo gesto desportivo, procurou-se no presente estudo correlacionar a presença de dor lombar com alterações na curvatura da coluna lombar, flexibilidade lombar, flexibilidade do tronco, nível de atividade física e tempo de prática do surf.   Fonte VII Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte.

Dra. Adriana Rossi mora em São Paulo e tem especialização cárdio-respiratória em U.T.I e Medicina Esportiva. Seus trabalhos e investigações apontam para o maior desempenho físico de atletas profissionais e amadores na procura de um equilíbrio muscular. Menos lesões e maior desempenho na água são parte dos resultados obtidos através de diversos programas de treinamento.

 Por: Dra. Adriana Rossi Crefito 64774  / Surf Today

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo