Principal / Fabio Maradei / Elite da nova geração do surf brasileiro é atração na decisão do Rip Curl Grom Search 2017, em Maresias.
Elite da nova geração do surf brasileiro é atração na  decisão do Rip Curl Grom Search 2017, em Maresias.

Elite da nova geração do surf brasileiro é atração na decisão do Rip Curl Grom Search 2017, em Maresias.

Sophia Medina. Foto: Pedro Monteiro

image001

EVENTO DEFINE OS REPRESENTANTES DO PAÍS NA FINAL INTERNACIONAL DO EVENTO.

                                                                                                                                                               

A elite da nova geração do surf brasileiro estará reunida na decisão do Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, nestes sábado e domingo (11 e 12), na Praia de Maresias, em São Sebastião. A 3ª e última etapa do Circuito terá 120 surfistas de oito estados, divididos em quatro categorias, com destaque para a mirim e feminina, ambas com limite de 16 anos, e garantindo aos campeões as vagas para a final internacional do evento em 2018.

Também estarão em ação os atletas da iniciante (sub14) e da grommet (no máximo 12 anos). “Teremos os melhores surfistas da nova geração. Esse é o 18º ano do campeonato e já temos uma tradição na revelação de talentos. O Gabriel Medina é um exemplo concreto, além de vários outros surfistas que hoje integram a elite mundial. O Filipe Toledo, por exemplo, é o maior campeão até hoje. O Adriano de Souza foi outro destaque”, ressalta o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

A competição tem início às 8 horas, com transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.ripcurl.com.br/grom-search-ao-vivo. No domingo, recomeça no mesmo horário, com as finais a partir das 12h30 e premiação às 14h. 

Na mirim, a “briga” pode ficar entre dois catarinenses, cada um com uma vitória. Lucas Vicente é o líder, com 1.900 pontos, e “colado” aparece o atual campeão, Leonardo Barcelos, com 1.810. Na feminina, a situação é mais embolada ainda, mas entre três surfistas que nasceram no Rio de Janeiro. Maju Freditas, que mora em Maresias, e Anne dos Santos, vivendo na Austrália desde pequena, aparecem na liderança, com 1.810 pontos, e empatada tecnicamente, com 1.800, está Carol Bonelli, natural de Saquarema e também morando em Maresias.

Na iniciante e na grommet, os líderes chegam com mais tranquilidade. O catarinense Leo Casal é o único com 100% de aproveitamento, mas tem o cearense Cauã Costa como rival, somando dois segundos lugares. Entre os caçulas, o santista Roberto Alves pode comemorar o título antes da final.

 IGM – O palanque está montado em frente ao recém-inaugurado Instituto Gabriel Medina. A iniciativa que também tem patrocínio da Rip Curl, Guaraná Antarctica e Vult Cosmética, conta com 38 atletas, recebendo a mesma estrutura que o primeiro brasileiro campeão mundial de surf tem. A equipe é a mais representativa no evento, com nada menos que 25 competidores.

Alguns deles, destaques, como Heitor Duarte, na mirim, Maju Freitas, Carol Bonelli e Sophia Medina na feminina, Gabriel de Souza e Murillo Coura na grommet. “Esse campeonato é uma referência no Brasil e é importante a participação. Já tivemos uma grande equipe em Búzios e aqui em casa não poderíamos deixar de garantir essa presença”, diz o diretor do IGM, Marcos Reina.

Além das disputas nas ondas de Maresias, o evento contará com várias atrações na areia, para entreter atletas e o público. Destaque para o Pico Guaraná, uma arena com degustação de misturas Guaraná Antarctica, surf mecânico, para quem estiver na praia, além da pintura de pranchas dos competidores com o conceituado artista Marcello Macarrão.

Outra atração será a tenda da Vult Cosmética, com maquiagem e pintura de unhas para o público feminino. Também serão distribuídas mudas nativas e pipas. Os surfistas, pais e técnicos participarão no sábado à noite da tradicional confraternização, no Coconut’s Hotel. “Tudo isso caracteriza o nosso slogan, Muito mais do que um campeonato de surf”, enfatiza Fernando.

O Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, tem os patrocínios de lojas Sul Nativo, 900 Graus e Overboard, com apoios de Jandaia, Vult Cosmética, Ocean Travel, Coconut’s Hotel, prefeituras de Florianópolis, Búzios e São Sebastião e Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis. Supervisão da Fecasurf, Feserj e FPS, com assessoria da FMA Notícias e cobertura da Hardcore.

 

RANKING APÓS 2 ETAPAS

MIRIM (SUB16)

1 Lucas Vicente/SC – 1.900

2 Leonardo Barcelos/SC – 1.810

3 Daniel Templar/RJ – 1.556

4 Eduardo Motta/SP – 1.458

 

FEMININA (SUB16)

1 Anne dos Santos/RJ (Austrália) – 1.810

1 Maju Freitas/RJ – 1.810

2 Carol Bonelli/RJ – 1.800

4 Rafaela Coelho/SC – 1.312

 

INICIANTE (SUB14)

1 Leo Casal/SC – 2.000

2 Cauã Costa/CE – 1.800

3 Luiz Mendes/SC – 1.466

4 Rodrigo Saldanha/SP – 1.260

 

GROMMET (SUB12)

1 Roberto Alves/SP – 1.900

2 Gabriel de Souza/SP – 1.556

3 Murillo Coura/SP – 1.385

4 Daniel Duarte/SP – 1.197

image002

Por: Surf Today / Fonte:

cópia de image002 (1)

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo