Principal / Fabio Maradei / Final Internacional do Rip Curl Grom Search 2017 será realizada na Praia de Maresias.
Final Internacional do Rip Curl Grom Search 2017 será realizada na Praia de Maresias.

Final Internacional do Rip Curl Grom Search 2017 será realizada na Praia de Maresias.

Competidores Rip Curl Grom Search Internacional. Foto: Munir El Hage

17_GromSearch

INSTITUTO GABRIEL MEDINA FOI A INSPIRAÇÃO PARA A DISPUTA DOS MELHORES ATLETAS SUB16 DO MUNDO VOLTAR AO BRASIL E CERIMÔNIA DE ABERTURA SERÁ NO DIA 2 NO COCONUT’S HOTEL

Pela segunda vez, o Brasil receberá a Final Internacional do Rip Curl Grom Search, reunindo os melhores surfistas sub16 do Mundo. Novamente a competição será realizada na Praia de Maresias, coincidentemente a “casa” dos dois únicos brasileiros que já levantaram essa taça, Gabriel Medina, em 2010, na Austrália, e Samuel Pupo, em 2015, justamente na disputa em São Sebastião.

Apresentada por Coconut’s Maresias Hotel, a Final Internacional do Rip Curl Grom Search 2017 reunirá 16 atletas de oito países, da Argentina a Indonésia, definidos em seletivas realizadas em suas regiões. A volta do evento ao Brasil foi inspirada pela criação do Instituto Gabriel Medina na mesma Maresias, para a formação de novos valores do surf. A sede do projeto, inclusive, será um dos “palcos” do evento, com janela de disputas entre os dias 3 e 7 de maio.

A abertura oficial está marcada para o dia 2 (terça-feira), na beira da piscina do Coconut’s Maresias Hotel, de frente para o mar, a partir das 16 horas. Antes, na sede do IGM, o “embaixador” da competição, Gabriel Medina concede coletiva de imprensa, às 15h, relembrando a conquista desse título e seus planos ao futuro.

 As disputas serão realizadas em dois dias, quando o mar oferecer condições ideiaIs durante a “janela de espera”. Todos os atletas estarão hospedados no Coconut’s Hotel, o “quartel general” do evento. Nos dias de folgas, eles participarão de atividades, sobretudo o surf em picos do Litoral Norte paulista, além da visita e treinamento físico no IGM.

“Será um prazer receber novamente os melhores surfistas até 16 anos do mundo aqui no Brasil. A Final Internacional do Circuito Rip Curl Grom Search é uma das competições mais importantes do mundo para a nova geração. Nesse ano os atletas poderão contar com toda estrutura do Instituto Gabriel Medina e do Coconut’s Hotel. A presença do Gabriel Medina também é muito importante, principalmente por ele já ter sido campeão desse evento”, ressalta o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

O Brasil será bem representado pelos campeões do Rip Curl Grom Search 2016, que teve a final também em Maresias:  catarinense de Imbituba, Leonardo Barcelos, com 100% de aproveitamento, a paulista de Guarujá, Louisie Frumento. Ela, inclusive, é uma das 38 atletas que atualmente treinam no IGM e contará com todo o apoio e incentivo da torcida local. A seleção verde e amarela terá dois wild cards, selecionados entre os surfistas do Instituto.

Também estão confirmados Yael Pena, na Espanha, Ellie Turner, do Reino Unido, Rio Waida e Dhea Nastasya, da Indonésia, Caleb Cutmore e Elin Tawharu, da Nova Zelândia, Kade Matson e Caroline Marks, dos Estados Unidos, Jay Brown e Sasha Beker, da Austrália, e os argentinos Gaspar Larragneguy e Catalina Mercere.

HISTÓRIA – Realizada desde 2005, a Final Internacional do Rip Curl Grom Search tem em sua galeria de campeões nomes que comprovam o sucesso do evento. Alguns exemplos são os irmãos australianos Owen e Tyler Wright (atual campeã mundial do WCT). Ele em 2006 e ela em 2007. O dono do primeiro título masculino foi o havaiano Mason Ho. O italiano Leonardo Fioravanti faturou em 2013. Entre as meninas, ergueram a taça as havaianas Alana Blanchard, em 2006, Tatiana Weston-Webb, bi em 2012 e 2013, a australiana Niki Van Dijk, também bi em 2009 e 2011.

Em 2015, em Maresias, Brasil voltou a comemorar o lugar mais alto do pódio na Final do Rip Curl Grom Search Internacional, com Samuel Pupo. O jovem talento local venceu e convenceu na competição, com direito a duas notas dez e atuações impecáveis. Entre as meninas, Leilani McGonagle, da Costa Rica, foi a campeã.

As disputas foram realizadas em dois dias, com ondas muito boas. No primeiro dia, um mar mais pesado, com ondulação de cinco a seis pés (cerca de dois metros) e no segundo, mais alinhado, com três a quatro pés (um metro) e excelente formação. Na final, Samuel superou o norte-americano Kei Kobayash, enquanto que Leilani derrotou a australiana Jaleesa Vicent.

A Final Internacional do Rip Curl Grom Search 2017 é apresentada por Coconut’s Maresias Hotel, com apoio do Instituto Gabriel Medina, Prefeitura de São Sebastião, Associações de Surf de São Sebastião (ASSS) e de Maresias (ASM), Federação Paulista de Surf, Ocean Travel e divulgação da FMA Notícias. Realização: Rip Curl.

17_GromSearch


CAMPEÕES DA FINAL INTERNACIONAL DO RIP CURL GROM SEARCH
FEMININO
2016 – Brisa Hennessey (Havaí)
2015 – Leilani McGonagle (Costa Rica)
2014 – Brisa Hennessey (Havaí)
2013 – Tatiana Weston-Webb (Havaí)
2012- Tatiana Weston-Webb (Havaí)
2011 – Niki Van Dijk (Austrália)
2010 – Bianca Buitendag (África do Sul)
2009 – Niki Van Dijk (Austrália)
2008 – Malia Jones (Havaí)
2007 – Tyler Wright (Austrália)
2006 – Alana Blanchard (Havaí)
2005 – Nikita Robb (África do Sul)

MASCULINO
2016 – Nolan Rapoza (Estados Unidos)
2015 – Samuel Pupo (BRASIL)
2014 – Pat Curren (Estados Unidos)
2013 – Leonardo Fioravanti (Itália)
2012 – Dylan Lightfoot (África do Sul)
2011 – Mitch Parkinson (Austrália)
2010 – Gabriel Medina (BRASIL)
2009 – Thomas Woods (Austrália)
2008 – Dale Staples (África do Sul)
2007 – Tyler Newton (Havaí)
2006 – Owen Wright (Austrália)
2005 – Mason Ho (Havaí)

 

SERVIÇO:

O Instituto Gabriel Medina fica na Avenida Francisco Loup, 893, Maresias.

O Coconut’s Maresias Hotel fica na Avenida Francisco Loup, 1.090, Maresias.

Por: Surf Today / Fonte:  

cópia de image002 (1)

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo