Principal / NOTÍCIAS / Monique Pontes disputa circuito brasileiro em Pernambuco
Monique Pontes disputa circuito brasileiro em Pernambuco

Monique Pontes disputa circuito brasileiro em Pernambuco

Local da praia do Itararé, Monique Pontes parte nesta quinta-feira (14/09) rumo à praia de Maracaípe (PE), palco da primeira etapa do circuito brasileiro de Longboard.

Quarta colocada no ranking Sul-americano da modalidade, a longboarder Monique Pontes, 29 anos, disputa a partir de sexta-feira (15/09), a primeira etapa do circuito Brasileiro de Longboard, na praia de Maracaípe (PE).

A prova dá início à uma série de eventos no pranchão focado nas garotas. No fim de semana seguinte, Monique encara outro evento nacional, o Brasileiro Profissional Feminino na praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP), nos dias 24 e 25/09; em seguida o Festival Prancha Oca (30/09 e 01/10), em Santos.

São três fim de semana para movimentar o calendário de competições. “Desde que voltei do Peru, não competi. Logo que cheguei, emendei bons swells no freesurf, mas na última semana me acidentei ao surfar na Porta do Sol (em São Vicente) e fiquei uma semana fora da água (devido corte no supercílio direito). Há três dias vivo intensa alegria, por voltar ao mar. Agora é treinar intensamente para recuperar o gás e ganhar ainda mais experiência nas competições”, afirma a surfista.

Os últimos três anos foram intensos para a atleta. Educadora Física, ela aderiu ao pranchão ao seguir os passos do marido João Renato Moura, experiente longboarder e campeão Sul-americano Master de Canoa Havaiana.

Um verdadeiro caso de amor à primeira vista. “Hoje em dia ela é a surfista mais fissurada que conheço. Quer sempre estar na água, aproveitando o máximo possível para evoluir e se divertir. Eu brinco que criei uma ‘monstrinha’”, descontrai Moura sobre a parceira fissurada.

Após o início no surfe, seguir para o lado competitivo foi uma consequência natural já que Monique foi campeã paulista de jiu-jitsu e vice-campeã brasileira de canoa havaiana em equipes. “Sempre gostei muito de competir. e no surfe foi um caminho natural, já que é a melhor forma de evoluir”, diz Pontes.

Por: Surf Today / fonte: Nancy Geringer /13 996118551

 

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo