Principal / Fabio Maradei / Rip Curl Grom Search 2017 começa neste sábado em Florianópolis com novidades e atletas de 10 estados.
Rip Curl Grom Search 2017 começa neste sábado em  Florianópolis com novidades e atletas de 10 estados.

Rip Curl Grom Search 2017 começa neste sábado em Florianópolis com novidades e atletas de 10 estados.

Sophia Medina. Foto: Basilio Ruy

image001

Em sua 18ª edição consecutiva, o Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, começa neste sábado (28), na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC, apresentando novidades. A principal delas, na parte técnica, para beneficiar os atletas. A partir desse ano, todas as etapas contarão com três “head judges”, denominação ao juiz principal, que garante o critério na avaliação dos atletas nas ondas.

Até o ano passado, as disputas contavam com um juiz principal local. “Mas agora fizemos um investimento para levar em todos os eventos os head judges dos três estados onde o campeonato será realizado. Teremos sempre um de Santa Catarina, um do Rio de Janeiro e um de São Paulo, mantendo um critério de julgamento afinado, único. Eles trabalhando junto em todas disputas, garantindo uniformidade e mais qualidade no julgamento do Circuito”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

“Sempre estamos buscando novidades, que beneficiem os atletas e entendemos que isso é um grande avanço e mantemos um critério afinado e justo nas três etapas”, complementa Gonzalez.

Para a função compartilhada, foram escolhidos três juízes experientes. José Claudio Gadelha, por São Paulo, Rubens Goulart, pelo Rio de Janeiro, e Luli Pereira, por Santa Catarina. Luli, inclusive, é hoje juiz do quadro oficial e permanente das etapas do WCT.

BATERIAS NO AR – A competição terá transmissão ao vivo pela internet, pelo link http://www.ripcurl.com.br/grom-search-ao-vivo, com notas dos juízes, imagens das ondas, som da locução e a possibilidade de interação por mensagens de texto. As baterias já estão no ar e podem ser conferidas pelos atletas, técnicos e pais. As disputas começam neste sábado, 8 horas, com a categoria mirim, e seguem até domingo, com as finais tendo um espectador mais do que especial. Gabriel Medina acompanhará a nova geração direto da praia.

Fora do mar, os atletas e público contarão com diversos atrativos. Entre eles, a ação promovida pela Guaraná Antarctica, “Pico Guaraná”, com personalização de pranchas, exclusiva para atletas com o artista plástico Marcello Macarrão, e a distribuição gratuita das misturas de Guaraná para quem estiver na praia. Há também a ativação voltada para as mulheres, apresentada pela Vult Cosmética, com a pintura de unhas e maquiagem, incluindo as 16 participantes da categoria feminina.

A competição conta com surfistas divididos em quatro categorias – grommet (até 12 anos), iniciante (sub14), mirim e feminina (ambas com limite de 16 anos). Nestas duas últimas, os campeões do ranking, após as três etapas, garantem as vagas para representar o Brasil na final internacional do evento, em 2018, com as passagens e despesas de acomodação e alimentação durante o período das disputas, custeadas pela Rip Curl.

Na água, a lista de destaques é grande. Entre os principais nomes estão o catarinense Leonardo Barcelos, atual campeão do Circuito com 100% de aproveitamento na edição passada, e o potiguar Mateus Sena, que faturou o título da iniciante, em 2016. Na feminina, Carol Bonelli e Maju Freitas, do Rio de Janeiro, dividem o favoritismo, tendo a irmã caçula de Gabriel Medina, Sophia Medina, aparecendo em evidência.

O Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, tem os patrocínios de lojas Sul Nativo, 900 Graus e Overboard, com apoios de Jandaia, Vult Cosmética, Ocean Travel, Coconut’s Hotel, prefeituras de Florianópolis, Búzios e São Sebastião e Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis. Supervisão da Fecasurf, Feserj e FPS, com assessoria da FMA Notícias e cobertura da Hardcore.

image002

Por: Surf Today / Fonte:

image005

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo