Principal / Fabio Maradei / Seleção brasileira de surf para o Mundial Sub18 na Califórnia é formada em Maresias.
Seleção brasileira de surf para o Mundial Sub18 na Califórnia é formada em Maresias.

Seleção brasileira de surf para o Mundial Sub18 na Califórnia é formada em Maresias.

 

Time brasileiro. Foto: Aleko Stergiou

 image001 (8)

PREFEITURA DE SÃO SEBASTIÃO APRESENTA MARESIA JÚNIOR SP FOI MARCADA PELO ALTO NÍVEL TÉCNICO DA NOVA GERAÇÃO BRASILEIRA

A seleção brasileira que disputará o ISA World Júnior Surfing Championship, o Mundial Sub18, no final de outubro em Huntington Beach, na Califórnia/EUA, já está formada. Com as finais realizadas neste domingo (5), a Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Júnior SP 2018 valeu pela segunda etapa do CBSurf Júnior Tour e foi marcada pelo alto nível técnico da nova geração nas ondas – mesmo que pequenas – da Praia de Maresias.

Estão classificados – na soma das etapas de Pernambuco e agora de São Paulo – o catarinense (atualmente morando em SP) Leonardo Barcelos e o cearense radicado no Rio de Janeiro, Cauã Costa, e o paulista Samuel Pupo como convidado, na sub18 masculina; a carioca radicada em SP, Júlia Duarte, a paulista Isabela Saldanha e Anne dos Santos, do RJ, como convidada, na sub18 feminina; o potiguar Mateus Sena e os paulistas Diego Aguiar e Eduardo Motta (convidado), na sub16 masculina; a catarinense Tainá Hinckel, a carioca Maju Freitas e a paulista Sophia Medina, na sub16 feminina.

Dos 12 convocados, cinco moram em Maresias atualmente. A mais experiente entre todos é Tainá Hinckel, que no último mundial chegou até a semifinal. Os atletas disputarão o Mundial que já teve como campeões Gabriel Medina, em 2010, e Filipe Toledo, em 2011. A expectativa é garantir uma grande apresentação com um dos melhores times já formados até hoje.

“Teremos um time homogêneo no masculino e no feminino e acredito que a gente vá para disputar o título este ano”, falou o presidente da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Adalvo Argolo. “Muito importante ter essa etapa em São Paulo, onde o surf está mais forte no Brasil. Esse evento cada dia está ficando mais bonito. Mostra que o surf vai continuar fazendo novos Medinas, novos Italos, novos Filipes”, reforçou o dirigente.

Além das vagas para o Mundial, a Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Júnior SP marcou a segunda etapa do ranking, nas disputas dos títulos brasileiros de base de 2018. Com um time forte e muito unido, Santa Catarina levou por equipes novamente, mantendo a liderança por estados.

O time garantiu atletas nas cinco finais, com duas vitórias e dois segundos lugares e mais do que o nível técnico fez bonito na areia, com o time unido o tempo todo na torcida pelos companheiros no mar, sob o comando do presidente da Fecasurf, Reiginaldo Ferreira e o técnico Balu Schroeder. Destaque para a revelação Heitor Muller, aniversariante do dia (14 anos), com dois segundos na sub14 e na sub16.

Os donos da casa repetiram o segundo lugar geral e tiveram a vitória de Gabriel Klaussner, outro surfista que mora em Maresias atualmente. O Rio de Janeiro ficou em terceiro e o Rio Grande do Norte, sobretudo com a atuação de Mateus Sena, foi o quarto. Mateus levou na sub16 e ainda chegou forte na sub18, ficando em segundo.

Na final dos mais velhos, foram três catarinenses na decisão, com o primeiro lugar de Uriel Sposaro, o terceiro de Leo Barcelos e o quarto de Leo Casal.  Entre as meninas, Tainá Hinckel confirmou o favoritismo na sub16 e Júlia Duarte levou na sub18.

Além de Heitor e Mateus, Júlia Duarte e Isabela Saldanha fizeram duas finais. A surfista do Rio de Janeiro também foi quarta na sub16, enquanto que Isabela, mais uma atleta que mora em Maresias, foi a segunda na mesma categoria e a quarta na sub18.

Das cinco finais, a mais emocionante foi entre os caçulas, num verdadeiro “toma lá, dá cá”. Heitor Muller saiu na frente, Sunny Pires assumiu a ponta e depois o catarinense recuperou a liderança. Gabriel tirou a melhor nota da bateria passando da quarta para a primeira posição direto. Heitor voltou a tomar a ponta e Gabriel deu o troco. Já entre os mais velhos, Mateus Sena começou bem e parecia que iria repetir a vitória da sub16, mas Uriel no meio da bateria pegou duas boas ondas e se tornou líder, ampliando a vantagem depois.

Já nas outras finais, Júlia, Mateus e Tainá lideraram do início ao fim. “É incrível poder representar o Brasil mais uma vez no ISA. No ano passado terminei na semifinal, não era o resultado que eu queria, estava doente, mas esse ano estou mais preparada e espero poder vencer o Mundial”, falou Tainá.

“Estou muito feliz, porque ainda não tinha vencido etapa do Brasileiro e foi muito mais emocionante porque foi a categoria de cima e aqui em Maresias onde moro atualmente. Estou muito animada”, falou Júlia, que assumiu a liderança da sub18.

Para Mateus, o objetivo foi alcançado, com duas finais, vitória e a vaga. “Eu vinha treinando muito forte para essa etapa, com toda a galera me apoiando. Foi incrível. Maresias eu tenho um grande carinho, é especial e é muito bom voltar e poder ganhar novamente aqui. Esse resultado é bem motivador. Vim aqui para vencer. Não vim em busca do Mundial, vim para o título no Brasileiro. Tenho de agradecer muito a todo mundo que me apoiou, meu pai, minha mãe, minha vó e minha tia, que vieram lá de São Paulo para me assistir”, falou um dos grandes nomes do evento, líder da sub16 e vice-líder da sub18.

Quem também comemorou muito foi Uriel Sposaro, que no domingo anterior foi segundo no Paulista. “Faltou um pouquinho na etapa do Hang Loose, fiquei com aquilo na cabeça e treinei em dobro a semana inteira, fiquei muito focado e deu tudo certo”, vibrou Uriel. “Estou bem feliz. Treinei muito e agora é só preparar para o Mundial. Maresias é minha segunda casa, porque treino no Instituto Gabriel Medina e foi muito bom garantir essa vaga”, complementou Leo Barcelos, novo líder da sub18.

Todos os quatro finalistas das cinco categorias receberam medalhas (ouro, prata, bronze e cobre), além de kits da Maresia; os vencedores ganharam pranchas Silver Surf e os segundos colocados da sub18 e sub16 masculinas, blocos X-Tra Foam. No total, o CBSurf Júnior Tour 2018 terá quatro etapas, com o próximo encontro em Santa Catarina nos dias 5 a 7 de outubro, e a final na Bahia, nos dias 16 a 18 de novembro.

 PROFISSIONAL – As atenções do surf brasileiro permanecem voltadas para Maresias, agora com a 2ª etapa do CBSurf Pro Tour – Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Pro SP 2018, de sexta-feira a domingo (10 a 12). A competição reunirá 128 surfistas (96 no masculino e 32 na feminina), de 11 estados, com uma premiação de R$ 80 mil, sendo R$ 10 mil para os vencedores entre os homens e entre as mulheres.

Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Júnior SP 2018 foi um evento oficial da Confederação Brasileira de Surf, realizada pela Federação Paulista de Surf. Patrocínio da Maresia, com apoios da Silver Surf, X-Tra Foam, Pousada Tambayba, Niponet Banda Larga e FMA Notícias. Colaboração da Associação de Surf de São Sebastião e da Associação de Surf de Maresias.

 image001 (8)

RESULTADOS DA ETAPA

SUB18 MASCULINA

1 Uriel Sposaro – SC

2 Mateus Sena – RN

3 Leonardo Barcelos – SC

4 Leo Casal – SC

 

SUB18 FEMININA

1 Júlia Duarte – RJ

2 Júlia Camargo – RJ

3 Pamella Mel – SC

4 Isabela Saldanha – SP

 

SUB16 MASCULINA

1 Mateus Sena – RN

2 Heitor Muller – SC

3 Diego Aguiar – SP

4 Lucas Lisboa – PE

 

SUB16 FEMININA

1 Tainá Hinckel – SC

2 Isabela Saldanha – SP

3 Maju Freitas – RJ

4 Júlia Duarte – RJ

 

SUB14 MASCULINA

1 Gabriel Klaussner – SP

2 Heitor Muller – SC

3 Sunny Pires – RJ

4 Rodrigo Saldanha – SP

 

ESTADOS

1 Santa Catarina – 5.951 pontos

2 São Paulo – 5.302

3 Rio de Janeiro – 3.753

4 Rio Grande do Norte – 3.474

 

RANKING APÓS 2 ETAPAS

SUB18 MASCULINA

1 Leonardo Barcelos – SC – 1.710

2 Mateus Sena – RN – 1.431

3 Cauã Costa – RJ – 1.385

4 Matheus Gomes – SP – 1.312

 

SUB18 FEMININA

1 Júlia Duarte – RJ – 1.810

2 Tainá Hinckel – SC – 1.656

3 Isabela Saldanha – SP – 1.458

4 Pamella Mel – SC – 1.240

 

SUB16 MASCULINA

1 Mateus Sena – RN – 1.900

2 Diego Aguiar – SP – 1.466

3 Lucas Lisboa – PE – 1.385

4 Heitor Muller – SC – 1.330

 

SUB16 FEMININA

1 Tainá Hinckel – SC – 2.000

2 Maju Freitas – RJ – 1.710

3 Sophia Medina – SP – 1.466

4 Nalanda Carvalho – PB – 1.385

 

SUB14 MASCULINA

1 Heitor Muller – SC – 1.900

2 Caio Costa – SP – 1.531

3 Sunny Pires – RJ – 1.092

4 Ryan Kainalo – SP – 1.062

EQUIPES

1 Santa Catarina – 2.000

2 São Paulo – 1.800

3 Paraíba – 1.401

4 Rio de Janeiro – 1.341

 

Por: Surf Today / fonte: FMA Notícias / FPSurf e CBSurf

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo