Principal / NOTÍCIAS / Sul-africano larga na frente no WSL Qualifying Series 2018.
Sul-africano larga na frente no WSL Qualifying Series 2018.

Sul-africano larga na frente no WSL Qualifying Series 2018.

Matthew McGillivray (@WSL / Masurel)

O sul-africano Matthew McGillivray venceu o QS 3000 Seat Pro Netanya em Israel e lidera o primeiro ranking do WSL Qualifying Series 2018. O destaque do evento vinha sendo o ex-top da elite, Miguel Pupo, que ficou nas quartas de final da etapa israelense que no ano passado foi conquistada por outro brasileiro, Peterson Crisanto. Com o título, o sul-africano largou na frente na corrida por vagas para o CT, com o francês Charly Martin em segundo lugar e Pupo em quinto no ranking das duas provas encerradas no fim de semana. A outra foi o QS 1000 Carve Pro em Sydney, vencido pelo australiano Shane Campbell.

Miguel Pupo (@WSL / Masurel)

Além dessas, outras duas também foram iniciadas na semana passada, o QS 1000 Sunset Pro no Havaí e o QS 1500 Florida Pro nos Estados Unidos, onde o peruano Lucca Mesinas se classificou para as semifinais na segunda-feira. Seu adversário será o norte-americano Jake Marshall. Este evento está sendo disputado junto com o primeiro QS 6000 feminino do ano e a brasileira Silvana Lima também passou sua bateria, avançando para enfrentar Bronte Macaulay na terceira quarta de final. Na segunda-feira, Silvana derrotou outra australiana, Philippa Anderson, nas ondas de Sebastian Inlet, na Flórida.

Lucca Mesinas (@WSL / Nichols)

Nos Estados Unidos, as oito classificadas para as quartas de final vão brigar pela liderança no primeiro ranking do WSL Qualifying Series, que ficará com a vencedora do QS 6000 Ron Jon Florida Pro. Já o campeão do QS 1500 Florida Pro vai tirar a quinta posição de Miguel Pupo e dos outros três surfistas que perderam nas quartas de final do QS 3000 Seat Pro Netanya em Israel. No momento, o peruano Lucca Mesinas ocupa a 14.a posição no ranking e se passar para a final já salta para o décimo lugar, fechando a lista dos dez que se classificam para o CT.

Acesse as transmissões ao vivo dos eventos da World Surf League no www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

—————————————————————-

Por: Surf Today / fonte: João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo