Principal / Fabio Maradei / Vinicius Parra é destaque na 2ª etapa do Circuito Santos de Surf 2017.
Vinicius Parra é destaque na 2ª etapa do Circuito Santos de Surf 2017.

Vinicius Parra é destaque na 2ª etapa do Circuito Santos de Surf 2017.

Vinicius Parra. Foto: Ivan Storti

image005

SURFISTA FATUROU A VITÓRIA NA MIRIM E FOI O SEGUNDO NA JÚNIOR NAS ONDAS DO QUEBRA-MAR

 

Talento local, competindo “em casa”, Vinicius Parra fez bonito e se recuperou na 2ª etapa do Circuito Santos de Surf 2017. A competição patrocinada por Savanah Steak House e Mavimar, via promifae, foi disputada neste sábado (3), em ondas boas, sol, diante de um grande público no Quebra-Mar, o tradicional palco santista. Vini foi o vencedor da categoria mirim (sub16) e o segundo colocado da júnior (até 18 anos).

Na disputa inicial, doente, ele não conseguiu brigar pelas vitórias, mas agora reagiu e voltou a sonhar com novos títulos. Outro grande nome foi Daniel Duarte, de Bertioga, vitorioso na estreante (12 anos para baixo) e segundo na petit (limite de 10 anos). De quebra, ele foi o dono da melhor nota entre todos os atletas, com um 8,33, e da maior somatória, 15,33 pontos de 20 possíveis.

Também levantaram os troféus de primeiros colocados, Gabriel Nieba, de Praia Grande, na júnior, Caio Costa, de São Sebastião, na iniciante, Ryan Araújo, de Guarujá, na petit, e Pamella Mel, de São Sebastião, na feminina. Além de troféus e kits, cada vencedor recebeu um voucher de R$ 150,00 da Savanah Steak House para consumo no restaurante santista.

Realizada com período de espera pelas melhores condições de mar, a competição teve um dia perfeito, com ondas de um metro e boa formação, sol e o Parque Municipal Roberto Mario Santini lotado. “Foi uma decisão acertada. Avaliamos as previsões e deu tudo certo. Nosso objetivo é sempre proporcionar condições ideais para a garotada surfar bem, evoluir”, disse o diretor do campeonato, Mauro Rabellé.

Ainda na etapa, o presidente da Associação Santos de Surf, na gestão anterior, Marcos Andrade, o Cabeça, foi homenageado, recebendo um troféu do diretor-executivo da entidade, Soren Knudsen. “Estou realmente emocionando pela homenagem. Foram três anos bem bacanas que fiquei à frente da Associação, junto com os parceiros que estão hoje e que batalhamos bastante para conseguir estabelecer uma estrutura que temos hoje. Conquistamos um espaço e instalamos um centro de treinamento e há um trabalho excelente com a molecada”, falou.

Nas ondas, a primeira final foi a júnior. Gabriel Nieba, vice na etapa anterior, começou muito bem, com uma nota oito e ficou à frente o tempo todo. Nos segundos finais, Vinicius Parra pegou uma onda com potencial. Precisava de 7,65 e tirou 6,33, com o placar ficando em 14,67 a 13,36.

Vinicius Ponchet, vencedor da primeira etapa, ficou em terceiro, com Derek Souza, de Bertioga, em quarto. “Foi gratificante essa vitória. Peguei duas ondas boas e fui marcar o Vinicius Ponchet. Fiz a tática de competição e deu certo”, vibrou Gabriel, que completa 17 anos no próximo dia 10 e com a vitória, assumiu a liderança do ranking.

Na iniciante, Caio Costa não teve adversários e fechou o placar com um 8,17. Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, foi o segundo, com Yuri Beltrão em terceiro e George Alves, mostrando grande evolução, em quarto. “Foi muito bom vir até aqui e vencer, porque o meu patrocinador também patrocina o Circuito e quis dar esse retorno a ele. Esse final de semana seria de descanso, mas optei por competir, treinar um pouco mais”, falou Caio.

Depois, foi a vez da mirim, com Vinicius Parra e Vinicius Ponchet novamente na água, enfrentando dois talentos com boa experiência e muitas viagens internacionais, Eduardo Motta, de Guarujá, e Mateus Lima, de Itanhaém. Novamente, Parra ficou na situação de virar a bateria, agora sobre Matheus e conseguiu, com a melhor nota da bateria, 7,33. “Não desanimei e dessa vez deu certo. Na primeira etapa estava doente, depois me machuquei, mas me recuperei e ainda acredito em novos títulos. Vou batalhar para isso na última etapa”, disse Vini, que tenta o quinto título mirim seguido no Santista.

Na categoria estreante, Daniel Duarte, de Bertioga, surpreendeu o favorito Roberto Alves, deixando Kauã Campos, de São Sebastião, em terceiro, e Davi Jihad, de Itanhaém, em quarto. Daniel permaneceu no mar para a decisão da petit e foi o segundo, atrás de Ryan Araújo, de Guarujá, com Vitor Prado, em terceiro, e Thiago Doncev, em quarto.

Na feminina, Pamella Mel fez uma disputa boa com Isadora Parra, conhecedora do pico, e garantiu a sua primeira vitória em Santos. Louisie Frumento e Melissa Policarpo, de Guarujá, ficaram em terceiro e quarto lugares. “Fiquei apavorada com a Isadora virando o resultado, mas consegui mais uma onda e venci. Estou muito feliz”, festejou a surfista de 11 anos.

Veja abaixo a galeria de fotos:

Agora, os atletas se preparam para a terceira e decisiva etapa, que novamente terá “janela de espera” pelas melhores condições de ondas, entre 1º e 9 de julho, no Quebra-Mar. “Tivemos duas etapas muito boas, com ondas, sol e público. Agora, a expectativa é para encerrarmos em grande estilo. Estamos nos esforçando ao máximo para proporcionar o melhor cenário para os competidores. É assim que incentivamos a evolução dos atletas e resgatamos o surf santista”, comentou Mauro Rabellé.

O Circuito Santos de Surf 2017 tem os patrocínios de Mavimar e Savanah Steak House, via Promifae, o Programa Municipal de Incentivo Fiscal de Apoio ao Esporte, da Secretaria Municipal de Esportes (Semes), com apoios da Fu Wax Parafinas, Rubber Sticky, Surf Trunk, Keahana, Teccel, Okumura, Cinza General Store, Fupes, FMA Notícias e TV Tribuna. Realização da Prefeitura de Santos, com organização da Associação Santos de Surf.

 

 

RESULTADOS DA 1ª ETAPA

CATEGORIA JÚNIOR (SUB 18)

1 Gabriel Nieba (Praia Grande)

2 Vinicius Parra

3 Vinicius Ponchet

4 Derek Souza (Bertioga)

 

CATEGORIA MIRIM (SUB 16)

1 Vinicius Parra

2 Eduardo Motta (Guarujá)

3 Matheus Lima (Itanhaém)

4 Vinicius Ponchet

 

CATEGORIA INICIANTE (SUB 14)

1 Caio Costa (São Sebastião)

2 Gustavo Giovanardi (Praia Grande)

3 Yuri Beltrão

4 George Alves

 

CATEGORIA ESTREANTE (SUB 12)

1 Daniel Duarte (Bertioga)

2 Roberto Alves

3 Kauã Campos (São Sebastião)

4 Davi Jihad (Itanhaém)

 

CATEGORIA PETIT (SUB10)

1 Ryan Araujo (Guarujá)

2 Daniel Duarte (Bertioga)

3 Vitor Prado

4 Thiago Doncev

 

CATEGORIA FEMININA (SUB 18)

1 Pamella Mel (São Sebastião)

2 Isadora Parra

3 Louisie Frumento (Guarujá)

4 Melissa Policarpo (Guarujá)

 

RANKING APÓS 2 ETAPAS

CATEGORIA JÚNIOR (SUB 18)

1 Gabriel Nieba (Praia Grande) – 1.900

2 Vinicius Ponchet – 1.810

3 Vinicius Parra – 1.629

4 Vitor Luiz – 1.466

 

CATEGORIA MIRIM (SUB 16)

1 Vinicius Ponchet – 1.729

2 Igor Ferreira -1.341

2 Renan Rodrigues – 1.330

4 Vinicius Parra -1.282

 

CATEGORIA INICIANTE (SUB 14)

1 Yuri Beltrão – 1.810

2 George Alves – 1.385

2 Roberto Alves – 1.385

4 Renan Rodrigues – 1.341

 

CATEGORIA ESTREANTE (SUB 12)

1 Roberto Alves – 1.900

2 Davi Jihad (Itanhaém) – 1.629

3 Kauã Campos (São Sebastião) – 1.466

3 Vitor dos Santos – 1.466

 

CATEGORIA PETIT (SUB10)

1 Ryan Araújo (Guarujá) – 1.900

1 Daniel Duarte (Bertioga) – 1.900

3 Vitor Prado – 1.620

4 Thiago Doncev – 1.385

 

CATEGORIA FEMININA (SUB 18)

1 Isadora Parra – 1.710

2 Pamella Mel – 1.656

3 Melissa Policarpo (Guarujá) – 1.629

4 Raquel Carriço – 1.385

Por: Surf Today / Fonte:

cópia de image002 (1)

Sobre JR Mirabelli

Comments are closed.

Voltar ao Topo